Você acredita que a educação pode transformar a sociedade em que vivemos?

Quero apoiar
 

I Colóquio Internacional de Educação em Direitos Humanos e Reunião Ordinária do CNEDH

Notícias 04 de dezembro de 2018

 

Nos dias 27 e 28 de novembro foi realizado o I Colóquio Internacional de Educação em Direitos Humanos. O evento ocorreu na Universidade de Brasília (UnB), partiu de uma iniciativa do Ministério dos Direitos Humanos (MDH) e foi executado pela Coordenação-Geral de Educação em Direitos Humanos da Secretaria Nacional de Cidadania.

O Colóquio visou comemorar os 15 anos do lançamento do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos (PNEDH), fruto de parceria entre o MDH, o MEC, a Unesco, como resposta às Diretrizes elaboradas pelo Alto Comissariado para os Direitos Humanos das Nações Unidas.

Foto: Mesa de abertura

 

A programação do colóquio foi composta por sete mesas temáticas que contaram com a presença de renomado(as) pesquisadores(as). As mesas tiveram como tema os cinco eixos do PNEDH, quais sejam: Educação básica, mesa coordenada pela Prof.ª Dr.ª Sinara Zardo (Universidade de Brasília – UnB); Educação superior, sob coordenação da Prof.ª Cleunice Matos Rehem (Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação – SESU-MEC); Educação não formal, coordenada pela Prof.ª Juciara Rodrigues (Ministério dos Direitos Humanos – MDH) e Educação em direitos humanos, segurança pública e justiça, sob a coordenação de nossa Coordenadora de Direitos Humanos e Educação, Prof.ª M.ª Daniela Rosendo e Educação e mídia, coordenada por Daniella Veyga (União Nacional dos Estudantes – UNE).

Além disso, houve também uma mesa destinada à Educação em Direitos Humanos na América Latina, realizada em parceria com a Unesco e coordenada por Fábio Eon (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO); e uma mesa de encerramento, intitulada “Reflexões sobre os 15 anos do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos (PNEDH) e perspectivas futuras”, coordenada pela Prof.ª Juciara Rodrigues (Ministério dos Direitos Humanos – MDH) e que buscou avaliar os 15 anos do PNEDH e traçar perspectivas futuras.

O IDDH tem assento no CNEDH e nossa Coordenadora de Direitos Humanos e Educação, Daniela Rosendo, além de coordenar a mesa sobre e Educação em Direitos Humanos, Segurança Pública e Justiça, na qual foi dada especial ênfase à necessidade de superação da visão dicotômica entre segurança e direitos humanos, ainda participou, como palestrante, da mesa sobre Educação Não Formal. Neste caso, abordou a atuação do IDDH no Projeto Falando seus Direitos, que promoveu a formação e o empoderamento político de adolescentes Vereadores/as Mirins de Santa Catarina, em parceria com as Câmaras de Vereadores Mirins em 5 cidades de diferentes regiões do estado.

Dessa forma, sua fala relacionou projetos de educação não formal, como o Falando seus Direitos, ao Programa Mundial de Educação em Direitos Humanos (PMEDH), cuja 4ª fase será sobre Juventude, intitulada “Empoderando a juventude para a construção de sociedades justas, pacíficas e resilientes”.

Fotos: Mesa sobre Educação Não Formal

 

Foto: Mesa sobre Educação em Direitos Humanos, Segurança Pública e Justiça.

 

Entre outras propostas, o evento buscou fortalecer práticas individuais e sociais que gerem ações e instrumentos em favor da promoção, da proteção e da defesa dos direitos humanos, bem como da reparação das violações.

Após o Colóquio, nos dias 29 e 30 de novembro, foi realizada a terceira reunião ordinária do biênio 2018-2019, última de 2018, do Conselho Nacional de Educação em Direitos Humanos (CNEDH).

Confira mais fotos abaixo:

Notícias relacionadas:

Cartilha Falando seus Direitos

IDDH toma posse no Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos

CONVITE: “PMEDH – em Direção a 4ª Fase – Empoderando a juventude para a construção sociedades justas, pacíficas e resilientes”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *