Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência – 11.02

Notícias 11 de fevereiro de 2019

Você já ouviu falar sobre Marie Curie? Nise da Silveira? Rachel Carson? E Maria Gaetana Agnesi?

Todas elas são mulheres cientistas que inovaram em suas áreas e deixaram um legado fundamental para nossa sociedade. Marie Curie nasceu em Varsóvia, no século XIX, e foi a primeira mulher a ganhar um Nobel, além de ter sido a primeira pessoa a recebê-lo duas vezes – em Química e Física. Nise da Silveira foi a brasileira que revolucionou – e humanizou – a psiquiatria. Rachel foi a bióloga estadunidense que trouxe à tona uma nova consciência ambiental, responsável inclusive pela proibição do uso do DDT e outros pesticidas letais para o ambiente e todas as formas de vida. A italiana Maria Gaetana despontou na filosofia e na matemática, e aos 9 anos já defendeu publicamente o ensino de qualidade para mulheres.

Apesar de elas terem vivido e desenvolvido suas pesquisas nos séculos XIX e XX, ainda hoje as mulheres são pouco reconhecidas nas ciências e há muitas barreiras – visíveis e invisíveis – para as meninas que desejam chegar lá. Por isso, hoje é o dia de lembrarmos que o lugar das mulheres e meninas é onde elas quiserem, inclusive na ciência!

Quer conhecer mais sobre cientistas brasileiras contemporâneas? Confira o ebook publicado pelo projeto “Minas faz Ciência”, clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *